Curso de fotografia apresenta uma simbiose entre a construção da imagem e a estética negra

FAFÁ ARAUJOA fotografia como meio de expressão, informação e valorização da estética negra. Esse é o nome do curso que será ministrado por Fafá Araújo, nos dias 14, 15, 16 e 22 de setembro, no Instituto de Mídia Étnica , que fica no Bairro 02 de Julho em Salvador-BA.

O renomado fotografo, pedagogo e militante do movimento negro disse que o objetivo do curso é discutir os conceitos básicos da fotografia, traçando um panorama sobre o a construção da imagem e  o universo da negritude: “ Convoco todos e todas que desejam aprimorar o olhar para fotografia. Vamos ter como fonte de estudo fotógrafos e fotografas negras da África da Diáspora”, informa.

Para participar da oficina não precisa ter equipamento fotográfico profissional, basta um celular ou alguma câmera da escolha do aluno ou aluna. O investimento é de R$400, mas se o pagamento for a vista fica por R$380. Na programação do curso consta “fontes de inspiração como a vida e obra de fotógrafos/as negros/as a exemplo de Gordon Parks, Malike Sidibé, Seïdou Keita, Walter Firmo, Lita de Cerqueira entre outros”, destaca Fafá

Trajetória
Atualmente Fafá é diretor executivo da agência de imagens Odú Comunicação e coordenador pedagógico da ONG Cipó Comunicação Interativa. Ele começou a fotografar em 2009, buscando sempre uma harmonia entre os objetos fotografados. Neste mesmo período iniciou o projeto Foto do Dia.

O projeto teve como ponto de partida o compartilhamento de suas fotografias e poesias, entre pessoas através de e-mail. O projeto teve duração de um ano e meio, onde mais de 300 imagens foram enviadas, permitindo assim um aprimoramento de técnicas e decodificação de um olhar atento e crítico.

Desde 2011 Fafá vem fotografando blocos afros a exemplo do Okanbi, Bankoma, Os Negões, Ilê Aiyê, Alvorada e outros. Sobre o por que do interesse na temática afro, Fafá responde no ato: “Porque está ligado visceralmente com meu pertencimento. É um olhar de dentro, algo imbricado muito com tudo aquilo que acredito e com a ancestralidade que estou ligado”.

Serviço
O que: Curso A fotografia como meio de expressão, informação e valorização da estética negra
Onde: Casa do Instituto Mídia Étnica (IME), Rua Areal de Baixo, 6 – Dois de Julho, Salvador/BA, sempre aos sábados, das 9h às 13h.
Programação:

  • Aula 01 – sexta 14/09 (18:30h às 21:30h)
    – Apresentação do cronograma do curso
    – Introdução e apresentação da oficina
    – Apresentação de referências negras na fotografia
  • Aula 02 – sábado 15/09 (09h às 13h)
    – “A fotografia como meio de expressão, informação e valorização da estética negra”;
    – Composição e enquadramento (O olhar fotográfico e a construção de uma foto que leve em conta a imagem positiva do/a negro/a);
    – A indústria fotográfica e o determinismo de que o ‘normal’ para a foto é a pele branca;
    – Apresentação dos trabalhos de fotógrafos negros da África e da Diáspora;
  • Aula 03 – domingo 16/09 (08h às 18h)
    Saída fotográfica com orientação (Recôncavo)
  • Aula 04 – sábado 22/09 (09h às 13h)

Leitura e avaliação das fotos produzidas

Encerramento

 

 

 

Tagged under:

Leave a Reply

Your email address will not be published.