I Acampamento da Juventude da Periferia, em Salvador


“O número total de jovens entre 15 e 24 anos no País supera os 50 milhões, o que corresponde a um quarto do total da população brasileira, conforme dados do IBGE do Censo 2010. O número de jovens cresceu 19,5% desde o levantamento anterior, em 2002, que apontou 33,8 milhões.” (Brasil de Fato, 09/01/2014)

Os jovens da periferia são os que mais sofrem com as contradições de uma sociedade racista e em que a pobreza é visivelmente criminalizada. Você já foi olhado/olhada por pessoas na rua com desconfiança? Já foi barrado/barrada em algum estabelecimento por não ter aparência padrão de quem o frequenta? Já teve um amigo ou vizinho que foi vítima de assassinato? Já tomou um baculejo?

Essas e outras coisas são muito comuns para os jovens que moram em bairros periféricos de todo o país, e se tratando de Salvador, a cidade com mais negros e negras fora da África, esses acontecimentos ainda mais frequentes.
O Levante Popular da Juventude é um movimento social que organiza jovens do campo e da cidade.

Começa hoje, 14/03, o I Acampamento da Juventude da Periferia do Levante Popular da Juventude, no Colégio Estadual Dona Leonor Calmon, na Fazenda Grande II, no complexo habitacional de Cajazeiras, em Salvador.

O Acampamento tem como objetivo debater os desafios da juventude da periferia (educação, hip hop, dança, grafite, trabalho, extermínio da juventude negra) e como a organização dos jovens poderá contribuir para a transformação dessa realidade.
Não fique de fora!

Programação no Face: https://www.facebook.com/levante.salvador

Tagged under:

Leave a Reply

Your email address will not be published.