Áfricas – de 13 a 28 de Julho de 2013, sábados e domingos às 16h. — no Teatro Vila Velha.

Áfricas é o primeiro infanto-juvenil do Bando e traz à cena o continente africano, através da sua história, seu povo, seus mitos e religiosidade. Dirigido por Chica Carelli a peça aborda o universo mítico africano em uma tentativa de suprir a escassez de referenciais africanos no imaginário infantil, povoado de fábulas e personagens eurocêntricos. Assim, desfilam no palco personagens que revelam o modo de ser do povo africano, as formas de se relacionar com a natureza e com o sagrado e os traços que unem o Brasil, em especial a Bahia, ao continente negro. Mas não uma África singular, com as imagens estereotipadas de animais selvagens, doenças e fome. E sim, um continente complexo, formado por mais de 50 países e centenas de dialetos e povos com histórias diferenciadas, formas de resistência e sobrevivência e um rico modo de se relacionar com o sagrado. Enfim, a África no plural.

“Queremos proporcionar um encantamento com a África, sua história e cultura e despertar a curiosidade de todos em conhecer mais sobre este imenso continente tão importante para o Brasil”, afirma a diretora Chica Carelli. Fundadora do Bando de Teatro Olodum. Chica não está sozinha. “Áfricas” possui um time de profissionais carimbados, como o coreógrafo Zebrinha, o diretor musical Jarbas Bittencourt, que criou músicas especiais para o espetáculo, os iluminadores Rivaldo Rio e Fábio Espírito Santo e Zuarte Júnior, responsável pelo figurino e adereços, com muitas cores e elementos do cotidiano africano. O elenco participa de todo o processo de criação, desde a dramaturgia. Os atores e atrizes participaram de uma oficina de adereços ministrada por Zuarte Júnior e Júlio Maya e uma oficina de Xequerê, instrumento tradicional africano, ministrada por Daniel Souza.

Mais uma vez, está em cena o talento do elenco do Bando que canta, toca, dança em um espetáculo repleto de músicas, cores e danças para abordar o universo mágico e lúdico das lendas e contos africanos que ultrapassaram séculos e continentes através das narrativas dos griôs, ancestrais detentores da sabedoria e da linguagem oral. Entre estes contos selecionados pela diretora e elenco, está o da Criação do Mundo, que narra a aventura de Oxalá, enviado por Olorum para criar os recursos da terra e o homem, obra mais difícil. Conta-se que Oxalá utilizou-se de vários elementos para feitura do ser humano (água, fogo, madeira) e todos se tornaram ineficientes, até que Nanã Buruku, a mais velha e sábia dos deuses, apresentou a Oxalá, a lama, com a qual o homem foi moldado e ganhou vida.

“Queremos apresentar estas histórias de forma lúdica e mágica, despertando também o interesse de adultos. Em nenhum momento pensamos em infantilizar a África”, revela a diretora que pesquisou dezenas de contos e histórias africanas, incluindo os mitos dos Orixás, além de ouvir pesquisadores sobre a África. Em 2006, dentro do processo de construção de “Áfricas”, o Bando de Teatro Olodum realizou um ciclo de exibição de filmes africanos e palestras de especialistas como o historiador Ubiratan Castro de Araújo que narrou para o Grupo o mito de Omolú, associando a história da divindade à saga do povo negro no mundo, rejeitado pela sua pele e por sua aparência e que necessita reverter a sua auto-estima e demonstrar a sua beleza e seu poder.

Em Áfricas, as crianças encontram vários motivos para se orgulharem da herança africana, como a descoberta de que seus antepassados não foram apenas escravos e sim, homens e mulheres nobres, guerreiros e detentores de uma vasta sabedoria ancestral.

Serviço
O que: Áfricas
Quando: Dia 13 a 28 De Julho
Onde: TEATRO VILA VELHA, PASSEIO PUBLICO, CAMPOGRANDE
Horário: 16 horas
Entrada 30 REAIS A INTEIRA E 15 REAIS A MEIA ENTRADA

Ficha Técnica:

Texto: Chica Carelli e Bando de Teatro Olodum / Direção: Chica Carelli / Assistente: Fabio Espírito Santo / Coreografia: Zebrinha / Música e Direção musical: Jarbas Bittencourt / Iluminação: Fábio Espírito Santo e Rivaldo Rio / Engenheiro de som: Mauricio Roque / Elenco: Arlete Dias / Auristela Sá / Cássia Valle / Cell Dantas / Ednaldo Muniz / Elane Nascimento / Érico Brás /Fábio Santana / Gerimias Mendes / Jamile Alves / Jorge Washington / Leno Sacramento / Ridson Reis / Sérgio Laurentino /Valdinéia Soriano / Músicos: Maurício Lourenço e Daniel Vieira (Nine)

Informações à imprensa: – Assessoria de Imprensa Teatro Vila Velha

(71) 3083-4622 comunicacao@teatrovilavelha.com.br

 

 

Tagged under:

Leave a Reply

Your email address will not be published.