Premiado bailarino baiano apresenta seu novo espetáculo

Ícaro fica em cartaz este sábado e domingo no Teatro Molière

Com um extenso currículo que inclui experiências em diversas companhias de dança do Brasil e da Europa, tanto como bailarino, coreógrafo e professor, o baiano Dejalmir Melo apresenta a sua mais nova montagem na programação do VIVADANÇA Festival Internacional. Em “Ícaro”, o artista inspira-se no mito grego para refletir sobre o contínuo ciclo de vida, morte e renascimento. As apresentações acontecem neste sábado e domingo, dias 20 e 21 de abril, às 19h, no Teatro Molière, com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

O espetáculo (re)cria discussões estético-poéticas sobre a liquidez e o movimento circular entre tradição e contemporaneidade, a partir da suposta morte de Ícaro. Nesta releitura do mito, a queda significa renascimento, pois após ter as suas asas derretidas pelo calor do sol, Ícaro sobrevive carregando a experiência de conhecer de perto o inacessível. Quando ele se vê em uma condição muito próxima à dos humanos, limitado ao vôo da consciência, Ícaro faz uma jornada por antíteses comuns ao cenário contemporâneo como infância e velhice, encontros e desencontros, perdas e descobertas.

O solo de aproximadamente 45 minutos é dirigido e interpretado por Dejalmir Melo, tendo Marcelo Souza Brito como assistente de direção de cena e Pedro Dultra como pesquisador de desenho de iluminação.

Dejalmir Melo – Nasceu em Salvador, em 1977, e iniciou seus estudos em dança, em 1992, na Escola da FUNCEB e na EBATECA. Em 1994, participou do Balé Brasileiro da Bahia, sob direção de Suzana Rush, em turnê pela Europa com coreografias de Carlos Morais. Em 1995, ingressou no Ballet Teatro Castro Alves (BTCA), onde interpretou peças de Luiz Arrieta, Vitor Navarro, Cristina Castro, Guilherme Botelho, Paulo Fonseca. Em 1997, ganhou o Prêmio MAMBEMBE de Melhor Bailarino do Brasil, oferecido pelo Ministério da Cultura – FUNARTE, por “Pangea”, de Tíndaro Silvano. Em 1998, integrou o elenco do GRUPO CORPO (BH), além de atuar como coreógrafo na CRISTAL CIA. DE DANÇA (BH).

Em 2003, Dejalmir foi para a Europa, onde fez aulas de técnica contemporânea e clássica com a Cia Ballet Gulbenkian (Portugal) e participou de workshops com os coreógrafos Itizik Galili e Anouk van Dijk, na Holanda, além de trabalhar como bailarino em companhias de diversos países: BALLET PRELJOCAJ (França), COMPAÑÍA METROS, CIA DE DANZA (Espanha), e CIA ATERBALLETTO (Itália).

De volta ao Brasil em 2008, trabalhou na Quasar Cia. de Dança (GO); com o coreógrafo baiano Jorge Silva em “Palafitas”; participou da remontagem de “Sonhos de uma noite de verão”; com o BTCA, participou da criação de “ENGENHO”, com o coreográfo alemão Felix Ruckert; fez parte do Núcleo de Investigação Coreográfica, sob direção de João Perene; e atuou como coreógrafo e bailarino na videodança “Caminho”, uma coprodução com o coletivo Cruéis Tentadores. Como professor e instrutor físico, tem experiências no BTCA, FUNCEB e Núcleo Viladança. É Idealizador do projeto “Ômega Cia. De Dança”, que teve estreia no Festival de Dança de Itacaré (BA), em 2009.

 

SERVIÇO
Espetáculo: Ícaro
Local: Teatro Molière (Aliança Francesa)
Data: 20 e 21 de abril, às 19h
Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

www.festivalvivadanca.com.br

 

CONTATOS
Joceval Santana – 9267 0116
Gabriela da Fonseca – 9103 2726

 

 

Tagged under:

Leave a Reply

Your email address will not be published.