Abertura da FLICA terá palestra do escritor Fernando Morais e apresentação da Orkestra Rumpilezz

Uma pequena e histórica cidade baiana, uma ponte com mais de 200 anos e um rio que deságua na Baía de Todos-os-Santos. Este é o cenário onde a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) irá aportar grandes nomes da literatura nacional e internacional, aquecendo ainda mais o clima de efervescência cultural e simbólica de Cachoeira, cidade situada a pouco mais de 100 quilômetros da capital baiana. A Flica será realizada de 11 a 16 de outubro.

Para abrir a primeira edição do evento, não faltarão atrativos para baianos e turistas que, além de mesas-redondas e atividades diversas ligadas ao mundo das letras, contará também com atrações musicais do cenário baiano.


Na primeira noite (terça-feira, 11 de outubro), a atração musical será a Orkestra Rumpilezz, conjunto baiano cuja maior influência está nos toques ancestrais dos atabaques do Candomblé e na música instrumental, baseada no jazz. O grupo liderado pelo maestro Letieres Leite promete envolver o público da festa literária e os moradores da cidade no show que será realizado no porto de Cachoeira.

Já a série de mesas-redondas na Flica será aberta com a discussão acerca do sucesso de crítica e de público para mostrar a alta qualidade da literatura produzida no Brasil. Mediada pelo jornalista mineiro radicado na Bahia, Jefferson Beltrão, a mesa será composta pelo paranaense, crítico literário e colunista da Gazeta do Povo, Miguel Sanches Neto, e pela jornalista fluminense Raquel Cozer, além do jornalista e escritor mineiro Fernando Morais.

Autor de obras muito elogiadas pela crítica, como Transamazônica e O Mago, Morais ganhou notoriedade e projeção nacional com a biografia da ativista Olga Benário, mulher do comunista Luís Carlos Prestes. O livro foi lançado em 1985 e reeditado em 2004, servindo como base para o filme Olga. A mesa-redonda será realizada no auditório da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

As inscrições para a Festa Literária Internacional de Cachoeira são gratuitas e podem ser realizadas na página oficial do evento (www.flica2011.com.br). O site também dispõe de informações sobre os mais de 30 autores nacionais e internacionais que participarão das discussões e sobre as atrações musicais.

Serviço
O quê: Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica)
Quando: 11 a 16 de outubro
Onde: Cachoeira (Bahia)
Quanto: A entrada é franca e as inscrições devem ser feitas pelo site www.flica2011.com.br

 

Tagged under:

4 Comments

  • Ilza Mendonça Responder

    Muito bem vindo, este evento! Com tantas bobagens que se tem ouvido , visto e lido, serão momentos de informação, discussões sérias, que mostram que existem seres pensantes, que não tem na cabeça, apenas pagode, cifrões e uma visão deturpada e consumista do sexo.

  • regina testa Responder

    muito legal que essa festa tenha chegado à Bahia!!! Tenho certeza que vai dar tão certo como suas irmãs.

  • Pingback:Abertura da FLICA terá palestra do escritor Fernando Morais e apresentação da Orkestra Rumpilezz | Africas

  • José Olívio Paranhos Lima Responder

    Cronista, gostaria de lançar no FLICA meumai recente livro CONVERSA DE BARBEARIA, com prefácio de Antônio Torres.
    Em um outro livro, AMENDOIM TORRADO, três edições alternativas e dotado na rede pública e particular de Alagoinhas, tem na orelha comentário de Jorge Amado e foi lido por Roberto Carlos e demais.

    Cordelista, ecologista, já prestei Oficina de Cordel para a Fundação Pedro Calmon.Atualmente, não consegui passar na selação dos Alagados para esse desiderato.
    Em 1987 deflagrei o Circuito Nacional de Preservação da Amazônia, vide internet.

    Favor retornar contato, pois quero me agendar para lançar meu hilário livro CONVERSAD E BARBEARIA.

    7-3422 3618; 8808 5145

Leave a Reply

Your email address will not be published.