Espetáculo “Os Manos do Bem” terá quatro apresentações gratuitas no Pelourinho

O Grupo de Apoio à Prevenção à AIDS da Bahia (GAPA Bahia) promove o espetáculo “Os Manos do Bem: Arte e Cidadania na Luta contra a AIDS no Pelourinho”, no próximo dia 13 de julho, às 17 horas, na Praça Tereza Batista – Pelourinho. O show, resultado de projeto homônimo, irá apresentar músicas inéditas de hip hop compostas por jovens entre 14 a 22 anos. Durante o show também haverá intervenções artísticas de dança e grafite, além da participação especial do DJ Bandido e outros convidados da cena do hip hop soteropolitano. Já nos dias 20 e 27 de julho e 03 de agosto acontecerão ainda mais três apresentações do espetáculo – sempre às quartas-feiras, no mesmo local.


Na ocasião também será lançado o CD com a gravação de músicas elaboradas pelos jovens durante as oficinas do projeto. O CD “Manos do Bem”, com 10 músicas inéditas de hip hop, terá mil cópias e será gratuitamente distribuído nas escolas públicas de Salvador. As temáticas das músicas giram em torno de Saúde, Cidadania, Racismo, Luta contra a Homofobia, Preservação da Escola e Prevenção das DST/AIDS.

Tanto o CD quanto o show são resultados das oficinas que aconteceram de dezembro de 2010 a janeiro de 2011. Em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura, o projeto “Os Manos do Bem” contou com oficinas em quatro temáticas – break, grafitagem, composição musical e DJ, e com aulas de comunicação, sexualidade, gênero, raça e prevenção. Entremeadas com essas aulas práticas e teóricas, os jovens tiveram acompanhamento psicossocial.

 

Serviço:
O que: Espetáculo “Os Manos do Bem”
Quando: 13 de julho às 17h, 20 e 27 de julho às 16h e 03 de agosto às 16h
Onde: Praça Tereza Batista – Pelourinho
Preço: Gratuito

O Projeto
O projeto “Os Manos do Bem: Arte e Cidadania na Luta contra a AIDS no Pelourinho” surgiu no final de 2010, após ganhar o Edital Tô no Pelô de Apoio à Dinamização Artístico-Cultural do Pelourinho. O Edital foi organizado pelo governo estadual, através da Secretaria de Cultura – SECULT/Fundo de Cultura da Bahia, da Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – IPAC.

Explorando a linguagem hip hop e a conscientização para prevenção à AIDS, o projeto tem como objetivo promover a sensibilização, a mobilização e a capacitação de adolescentes e jovens para que se tornem agentes multiplicadores e modificadores de comportamento junto a outros jovens.

A ação do projeto consistiu na realização de oficinas temáticas, com ênfase em questões de gênero; etnia; saúde e diretos sexuais e reprodutivos. Além das oficinas artísticas, que lidaram com as quatro linguagens do hip hop – break, mc/composição musical, DJ e grafite. As oficinas foram ministradas por jovens, ex-integrantes do projeto do GAPA, com a direção musical do DJ bandido e a participação de especialistas, como o B.Boy Ananias, e o MC Sardinha.

Participaram do projeto jovens entre 14 e 22 anos, estudantes de escola pública e moradores do Pelourinho e comunidades adjacentes. Os jovens envolvidos tiveram acompanhamento psicossocial, para orientação e supervisão de suas impressões ao longo dos trabalhos nas oficinas.

Rosa Marinho, co-coordenadora de Educação e membro da coordenação executiva do GAPA, ressalta a importância do projeto para a comunidade do Pelourinho. “Esse projeto contou com uma sensibilidade muito valiosa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, que enxergou que o Pelourinho necessita de cuidados especiais enquanto bairro; não enquanto cenário turístico. Isso contribui, inclusive, para que todos os moradores tenham uma noção mais clara de território, do espaço cultural deles. Espero que a Secult continue com iniciativas assim”.

O conhecimento musical obtido nas oficinas resultou na gravação do CD “Manos do Bem”, que será lançado no mesmo dia do show e distribuído nas escolas públicas de Salvador. Utilizando a linguagem técnica do hip hop e os conhecimentos temáticos aprendidos, os jovens criaram um repertório que abrange temas sobre HIV/AIDS, Preservação da Escola, Racismo e Relação de Gênero.

Em preparação para o show de lançamento, o grupo Manos do Bem realizou ensaios abertos na praça Teresa Batista, no Pelourinho, durante o mês de junho, para testar a receptividade do público. O espetáculo de lançamento que acontece no dia 13 de julho é resultado do esforço e trabalho do grupo, que apresenta um show de arte, cultura e cidadania.

GAPA
O Grupo de Apoio à Prevenção à AIDS da Bahia – GAPA Bahia é uma entidade da sociedade civil sem fins lucrativos e de utilidade pública, que tem como objetivo promover estratégias educativas para prevenção à AIDS e lutar contra a discriminação aos portadores do vírus HIV/AIDS.

Fundado em 02 de julho de 1998, o GAPA surgiu como iniciativa de um grupo de voluntários, formados por estudantes e profissionais de diversas áreas, que viam a epidemia de AIDS como uma grave ameaça a toda a sociedade. Atualmente, o GAPA busca atingir principalmente as populações de baixa renda e baixa escolaridade que estão em situação de maior vulnerabilidade social.

 

Mais informações à imprensa:
Gabriel Monteiro – 9138-1158
Gisele Santana – 8872-5492
Allcance Comunicação – 3014-1209

Tagged under:

Leave a Reply

Your email address will not be published.