Movimento Negro discute Plano Brasil-Estados Unidos para a Promoção da Igualdade Racial – JAPER

Nos próximos dias  21, 23 e 24 de março, organizações do movimento negro brasileiro e estadunidense se encontrarão para discutir o  Plano de Ação Conjunta Brasil-Estados Unidos para a Promoção da Igualdade Étnica e Racial (JAPER).

O acordo diplomático, assinado pelos dois países em 2008, visa realizar ações governamentais nas áreas de educação, saúde, cultura e comunicação, justiça ambiental e segurança pública.  Espera-se que o  Plano JAPER, que ainda segue a passos lentos, deva ser impulsionado esse ano com a declaração da ONU de que 2011 é o Ano Mundial dos Afrodescendentes e a visita do presidente Barack Obama que acontece nos próximos dias 19 e  20 em Brasília e no Rio de Janeiro.


Na pauta das reuniões, informes sobre a atuação da sociedade civil frente às ações governamentais do Plano e apresentação da versão inicial do portal JAPER, um espaço virtual colaborativo criado para monitoramento do Plano por organizações sociais e que visa também facilitar o diálogo entre projetos sobre a questão racial dos dois países. A expectativa é que as organizações presentes possam dar sugestões para o desenvolvimento final do site e que seja criado um comitê editorial para produção de artigos e matérias. O portal pretende ser também um espaço para realização de  conferências online com os segmentos sociais envolvidos com o JAPER nos dois países.

O primeiro encontro deve ocorrer na cidade do Rio de Janeiro, no dia 21 de março no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio, às 13h.

No dia 23, em Salvador, as organizações se encontrarão na Casa do Benin, Pelourinho, às 17h.  Já no dia24/03, será a vez da cidade de São Paulo, quando as organizações se reunirão no Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, no Centro da cidade, às 17h. As reuniões são abertas ao público em geral.

Para essas reuniões, foram convidados os professores e ativistas Kimberle Crenshawn e Clarence Lusane,  pontos focais para a sociedade civil do JAPER nos Estados Unidos, além de serem reconhecidos pesquisadores da questão racial nos Estados Unidos. Kimberle é professora da Columbia University e um dos nomes mais importantes da “Teoria Crítica de Raça” nos EUA. É também fundadora do African American Policy Forum, um instituto dedicado a questão racial, justiça, gênero e direitos humanos sediado na Universidade da  Califórnia em Los Angeles (UCLA). Já Clarence Lusane é Phd em Ciências Políticas pela Howard University e há mais de trinta anos escreve sobre direitos humanos, raça e relações internacionais. Clarence é autor do recém publicado livro “The Black History of The White House” sobre as relações raciais na política estadunidense.

Também foram convidados para os encontros os órgãos governamentais envolvidos com o Plano para falarem sobre seus planejamentos para o JAPER em 2011, como a Secretaria Especial  de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e Embaixada dos EUA. Para Altair Lira, coordenador geral da Federação Nacional das Associações de Pessoas com Doença Falciforme (FENAFAL) e um dos pontos focais da sociedade civil brasileira, este encontro será um importante momento para articular o movimento negro em várias partes do país em torno do JAPER “não somente para o conhecimento sobre o Plano Brasil-EUA, mas para ampliar a base de discussão do mesmo na sociedade. Este é o momento da análise e discussão das propostas e uma ótima oportunidade de articulação social entre grupos com interesses tão afins quanto a comunidade afro-brasileira e a afro-americana”.

O quê? Encontro da Sociedade Civil para discutir o Plano JAPER
Quando? 21,  23 e 24 de março  nas cidades do Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, respectivamente.
Informações: japerbrasil@gmail.com

Endereços:

Rio de Janeiro (21/03) às 13h: Rua Evaristo da Veiga nº 16/ 17º andar, Centro, Cinelândia – RJ

Salvador (23/03) às 17h: Casa do Benin – Rua Padre Agostinho, 19. Pelourinho.

São Paulo (24/03) às 17h: Auditório Espaço da Cidania da Secretaria da Justiça e Defesa da Cidania do Estado de São Paulo. Pátio do Colégio, 184

Tagged under:

7 Comments

  • Edna Roland Responder

    Peço a gentileza de incluir meus endereços em seu mailing para poder acompanhar e divulgar as informações acerca do Projeto JAPER, que é ainda pouco conhecido. Sou Coordenadora da Igualdade Racial ma Prefeitura Municipal de Guarulhos, onde presido também o Conselho Municipal de Políticas de Igualdade Racial, através do qual mantemos constante relação com organizações da sociedade civil. Maiores informações no site http://www.guarulhos.sp.gov.br , na página da Coordenadoria da Igualdade Racial. Obrigada!

  • Edna Roland Responder

    Vamos divulgar a reunião de São Paulo. O Projeto precisa ser mais conhecido.

  • Paulo Axé Responder

    Gostaria de saber o contato da coordenação do evento. muito obrigado

  • Fabíola Oliveira Responder

    É muito bom saber que haverá participação da Sociedade Civil e não só do Governo. Espero que estes Encontros sejam bem objetivos e traga uma maior articulação entre os diferentes agentes de cultura, educação,direitos humanos, política,saúde e muitos outros… para que todos trabalhem na mesma perspectiva. Bom trabalho a todos!!! Acompanharei todo o processo via internet e estrei participando ativamente na medida do possível. Abraços, Fabíola Oliveira – Paranoá, Brasília – DF.

  • Fernando Mesquita Responder

    Gostaria de receber informações sobre o Projeto Japer e o andamento no Brasil.

    Leitor interessado no assunto.

    Abraços, Fernando Mesquita Junior – Salvador/Bahia.

  • selma santos Responder

    bom dia
    nasci e moro em uma cidade da grande são paulo, santa isabel e sou proprietaria de um jornal na cidade. Sou jornalista mas preferi tentar fazer alguma coisa a mais de minha profissão que é lutar por uma melhora nas condições de vida da população. Mas, como acontece sempre neste país, eu, sendo negra e mulher fui alvo de preconceito velado e em tres anos nao pude mais tocar o jornal, que esta parado há pouco mais de 4 anos. Agora pretendo voltar mas para isso estou procurando patrocinios para manter o periodico,pois a cidade é e sempre foi governada por politicos brancos, machistas sem o minimo de carater nem etica. Não respeitam os profissionais da imprensa e muito menos uma mulher negra.
    Bem, desculpe o desabafo, espero que meu comentario sirva para abrir algun caminhos e que eu posso encontrar pessoas dispostas a me ajudar a mudar, em pelo menos um pouco, a realidade cultural de um municipio que amo e que gostaria de ve-lo sendo realmente o PARAISO DE SÃO PAULO.

  • INSPIR Responder

    INSPIR (Instituto Sindical Interamericano pela Igualdade Racial)
    O Instituto Sindical Interamericano pela Igualdade Racial – INSPIR – é uma entidade civil de interesse público, de âmbito internacional, que tem como principal objetivo contribuir para o diagnóstico, o aperfeiçoamento, o desenvolvimento e a adoção de políticas públicas e privadas de promoção da igualdade racial. É também objetivo do INSPIR a promoção da ética, da paz, da cidadania, dos direitos humanos, da democracia e de outros valores universais, especialmente nas relações de trabalho.

    Endereço: inspir@terra.com.br
    Sítio: http://www.inspir.cjb.net

Leave a Reply

Your email address will not be published.