HIP HOP ocupa seu lugar na tarde de domingo do Solar

Bate papo "Quando a Rebeldia Vira Arte": Dj Spaide, Renegado e Dj Branco

Bate papo "Quando a Rebeldia Vira Arte": Dj Spaide, Renegado e Dj Branco

O terceiro dia da FEAP deu atenção especial à cultura HIP HOP com a realização de uma série de atividades durante a tarde e a noite do ultimo  domingo (24). Pra começar, durante a tarde,  foi realizada mais uma edição do projeto “Papo Solar” com o tema “Quando a Rebeldia Vira Arte”, com a participação de DJ Branco (CMA HipHop), do Dj Spider (MG) e do rapper Renegado (MG).

Durante o debate, uma série de temas emblemáticos vieram à tona, como a criminalização sofrida pelo movimento hip hop, o aumento de sua visibilidade por conta da ação dos seus integrantes, e como ele tem contribuído com a realização de ações para o desenvolvimento comunitário. Como afirmou Dj Branco, quando apontou o problema das drogas, o Estado hoje pede ajuda a eles para dialogarem com os jovens da periferia, já que ele, até hoje, não conseguiu criar formas para estabelecer um diálogo direto com eles.


Tudo isso graças a uma forma que o movimento soube fazer de articular contestação com arte. “Eu sou rebeldia e minha rebeldia tem causa. Sou marginal porque minha comunidade está à margem da sociedade”, arrematou Renegado.

A programação continuou com apresentações de grupos de break, basquete de rua e com a pick up deixando o som rolar na área externa no Solar e, enquanto isso, o artista Marcos Costa grafitava a parede externa do Cine-Teatro. Pra fechar o dia, o público pôde conferir apresentações da Rapaziada da Baixa Fria (RBF) e do rapper mineiro Renegado. Mas isso é assunto para outro post.

Por Ana Paula Nobre, aluna da oficina de Comunicação do Ponto de Cultura – Cine-Teatro Solar Boa Vista e André Araujo – instrutor da oficina de comunicação.

Tagged under:

2 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.