IV Caldeirão Cultural: desenvolvimento social e arte no subúrbio soteropolitano

Música, dança, teatro, cinema, exposição fotográfica, oficinas. Já está sem fôlego? Então retome a respiração e prepare-se para o IV Festival de Artes Caldeirão Cultural, que acontece entre os dias 08 e 19 de junho, no Centro Cultural Plataforma, em Plataforma, Subúrbio de Salvador. A edição 2010 do Caldeirão vai contar com participação de 30 grupos das diversas vertentes artísticas e comemorar exatos três anos da reabertura do Cine Teatro Plataforma, gerido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) em parceria com o Fórum de Arte e Cultura do Subúrbio. Esse ano as apresentações no Centro Cultural terão o valor simbólico de R$ 2,00 (dois reais, a inteira).


O Festival terá início às 9h, com o tradicional cortejo que sai do Largo do Luso (Av. Afrânio Peixoto) e segue até a Praça São Brás, onde ocorrerá uma apresentação de teatro de rua até as 11h. As atividades para o IV Caldeirão começaram há dois meses com as apresentações artísticas do Plataforma de Talentos, sempre nas últimas quartas-feiras, no Centro Cultural. Em edições anteriores, o Caldeirão reuniu mais de 7.560 pessoas. Graduada em Licenciatura em Teatro, a coordenadora do Centro Cultural Plataforma, Ana Vaneska comemora e ressalta a importância decisiva da participação dos grupos locais: “Os muitos grupos culturais atuantes aqui brigaram pela retomada desse espaço. Eles fizeram ressurgir o Centro. Além disso, o desenvolvimento social da comunidade está sempre no foco dos projetos artísticos elaborados por esses agentes culturais”, pontua Vaneska.

Históricos –
Depois de quase 20 anos fechado, o Centro Cultural Plataforma (CCP) abriu suas portas à comunidade em 08 de junho de 2007. A reabertura foi uma conquista dos artistas e entidades sócio-culturais do Subúrbio Ferroviário de Salvador, que desde o fechamento do antigo Cine-Teatro promoveram uma mobilização permanente, com manifestos, projetos e articulações políticas para recuperar o espaço. Com capacidade para receber mais de 200 pessoas, espaço para cadeirantes, infra-estrutura de som, luz, projeção de vídeos, salas para ensaios e camarins, além de banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais, o CCP surpreende quem não o conhece e, por isso mesmo, não deixa nada a dever quando comparado aos demais teatros da cidade. De 2007 a maio de 2009, o Centro Cultural Plataforma acolheu 313 eventos de teatro, dança, música, cinema, entre outros, atingindo um público de 34.415 pessoas, em 612 apresentações.

O Fórum de Arte e Cultura do Subúrbio foi organizado através de uma articulação entre os diversos grupos da região, das mais variadas linguagens e estilos, em função do início das atividades do Centro Cultural Plataforma. Em princípio, o Fórum contava com cinco grupos e no período da reabertura do Centro tinha, em média, 75 grupos catalogados. Naquele momento existia o temor de que o espaço fosse gestado e coordenado por uma linha e/ou pessoas que não tivessem relação com aquilo que os grupos esperavam: uma gestão descentralizada, que levasse em consideração a identidade e as expectativas dos artistas e do público da região.

A partir disso, inúmeras reuniões trataram propostas de gestão, do perfil e dos objetivos do Centro. Nesses encontros, o Fórum entendeu que não dava para se restringir apenas a discussão da gestão, mas também, precisava pensar o Centro como uma possibilidade de ampliação de uma política cultural do Subúrbio Ferroviário que contemplasse os mais diversos grupos. Neste contexto, surgiu a proposta de assinalar o momento de reabertura com uma atividade no Centro que desse conta da diversidade artística da região e que iniciasse o processo de formação de platéia, estreitando a relação com as comunidades da região, o Festival de Artes Caldeirão Cultural.

O Festival de Artes Caldeirão Cultural representa a diversidade, a riqueza presente no cotidiano do Centro desde a sua reabertura e uma programação comemorativa, favorece não somente a articulação entre os diferentes grupos e organizações locais em torno da arte e cultura, como também garante fôlego para as próximas edições. O Caldeirão potencializa os grupos para que suas intervenções em suas respectivas comunidades sejam fortalecidas e ampliadas, interferindo diretamente na melhoria de qualidade de vida da comunidade dos diversos bairros que compõem o Subúrbio de Salvador, onde se encontra cerca de 1/4 da população da capital, alcançando mais de 750 mil habitantes. Esta é uma população majoritariamente afro-descendente, que têm, na base do trabalho dos grupos artísticos-culturais, todo seu aprendizado e desenvolvimento como cidadão na cultura de resistência de seu próprio povo.

SERVIÇO
O quê: IV Festival de Artes Caldeirão Cultural
Quando: De 08 a 19 de junho de 2010
Onde: Centro Cultural Plataforma | Praça São Brás S/N, Plataforma, tel: 3117 8106 | ccultura.plataforma@funceb.ba.gov.br /cleitonluz@yahoo.com.br
Quanto: R$ 2,00 (dois reais, a inteira)
Realização: Fórum de Arte e Cultura do Subúrbio Ferroviário de Salvador/Centro Cultural Plataforma | FUNCEB

CONTATOS
Assessoria de Imprensa:
Rai Trindade – 71. 8766-0889
Marcio Bacelar – 71. 8871-1482/8708-9762
Coordenação:
Ana Vaneska – Coordenadora do CCP – 71.8839 3681 – anavaneska@yahoo.com.br
Cleiton Luz – Ator / Produtor/Educador Popular – 71. 8198-5421

Tagged under:

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.