Curso de Doutorado do PPGNEIM / UFBA 2010

concurso ou prova (1)
Edital do novo processo seletivo para o Curso de Doutorado
PPGNEIM/UFBA 2010

A Coordenadora do Programa de Pós-Graduação no uso de suas atribuições, faz saber que as inscrições para a seleção ao ingresso no Programa, no nível de  Doutorado, ano de 2010 na Área de Concentração Mulheres, Gênero e Feminismo, encontram-se abertas.

1.PERÍODO DE INSCRIÇÃO: De 01/02/10 à 08/02/10
Local: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, Estrada de São Lázaro, 197, Federação, Salvador, Bahia – Secretaria do Programa de Pós-Graduação NEIM/UFBA (apenas para envio ou entrega de documentos)
Horário: 08:00 às 17:00

2.PERÍODO DE SELEÇÃO:
De 22/02/2010  a 01/03/2010
– Resultado da homologação das inscrições: 10 de fevereiro
– Prova de proficiência de idioma: 22 de fevereiro
– Resultado da Prova de Proficiência: 24 de fevereiro
– Prova Escrita: 25 de fevereiro
– Resultado da Prova Escrita: 26 de fevereiro
– Entrevistas:  27 de fevereiro
– Resultado final ate dia 01 de março

O resultado será divulgado exclusivamente on-line

3. VAGAS:
Doutorado: 05 (cinco)

Vagas para estrangeiros:
Doutorado: 02

Para inscrição de alunos estrangeiros, ver detalhamento das informações no link “processos acadêmicos”

4.DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO
Requerimento de Inscrição preenchido e assinado
– 01 (uma) cópia autenticada dos seguintes documentos: Carteira de Identidade ou documento equivalente; CPF; Titulo de Eleitor (somente para brasileiros natos ou naturalizados) ou Certidão de Quitação Eleitoral; prova de quitação com o serviço militar (somente para brasileiros natos ou naturalizados do sexo masculino);
– 01 (uma) copia do Curriculum vitae (na Plataforma LATTES, com comprovante de atualização),com no máximo 10 (dez) páginas, e indicação dos títulos do candidato devidamente comprovados;
– 01 (uma) foto 3×4 (recente);
– Comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 40,00 (quarenta reais), através de boleto bancário disponível no site http://www.sgc.ufba.br/sgcboleto/inscricao_selecao.htm;
– 01 (uma) Cópia Autenticada de Diploma de graduação, ou certidão de conclusão da graduação, ou de que o(a) candidato(a) é provável concluinte. O(a)candidato(a) deverá apresentar, quando da matrícula, se aprovado, o Diploma ou Certificado de conclusão de curso;
– Histórico escolar do curso de graduação;
– Cópia Autenticada de Diploma de Mestrado, ou certidão de conclusão do Mestrado, ou ata de aprovação da defesa. O candidato deverá apresentar, quando da matrícula, se aprovado, o Diploma ou Certificado de conclusão de curso;
– 01 (um) Plano de Estudos para o período de 04 anos;
– 02 (duas) cartas de recomendação do(a) candidato(a), expedidas por Professores Doutores vinculados a Programa de Pós-Graduação, dirigida à Coordenação do Programa;
– Carta de Apresentação da Instituição de trabalho (se for o caso), assegurando o afastamento do(a) candidato(a) nos horários que compreendem as atividades do curso;
– Projeto de pesquisa em 03 (três) vias (sem identificação) vinculado a uma das Linhas de Pesquisa do curso.

5. INSTRUÇÕES PARA A ENTREGA DOS DOCUMENTOS
– Os documentos deverão ser encadernados ou grampeados em 01 (uma) via, organizados na ordem apresentada acima.
– As 03 cópias do projeto de pesquisa sem identificação, não deverão estar encadernadas.
– Todos estes documentos deverão ser entregues em envelope lacrado com identificação da(o) candidata(o).
– A documentação não será conferida pela Secretaria no ato da inscrição, sendo de inteira responsabilidade da(o) candidata(o) a entrega de todos os documentos exigidos e na ordem solicitada.
– Os documentos enviados por Sedex deverão ser postados até o dia 08/02/10 (recomendamos que por questões de segurança na entrega pelo correio e o período para a homologação, a postagem seja feita em dias anteriores).
– A secretaria do Programa também não está autorizada a fazer autenticações.

Obs.: As(Os) candidatas(os) NÃO SELECIONADOS, deverão retirar a documentação ATÉ QUINZE DIAS após o término da matrícula, quando os mesmos serão inutilizados;

6. EXAME DE PROFICIÊNCIA
Os(as) candidatos(as) deverão submeter-se ao exame de proficiência em línguas estrangeiras. Dispensável para candidatas(os) que se submeteram à proficiência neste Programa nas seleções para ingresso em  2009 e 2010 e que foram aprovados com nota igual ou superior a sete, ou que apresentem certificado emitido por órgão oficial (válido por 2 anosdata-limite: 08/02/10 ).

Para a realização do exame de proficiência o candidato deverá:
– Preencher o cadastro no site www.fundacaoadm.org.br;
– Realizar depósito no valor de R$ 60,00, (sessenta reais), referente sua inscrição, em nome da Fundação ADM, no Banco do Brasil, Ag. 3457-6 e C/C: 19.497-2;
– Enviar comprovante de depósito e a ficha de inscrição para o tele fax: 3235-0309 / 0711;
– Apresentar o documento de comprovação de pagamento no dia da prova para ser afixado à mesma.

7. REQUISITOS PARA A ADMISSÃO AO DOUTORADO
– Prova escrita de proficiência em inglês
Prova escrita de proficiência em francês/alemão ou italiano
– Exame escrito (eliminatório)
– Projeto de Tese com as seguintes especificações:
– Mínimo 15 e no máximo 20 páginas (fonte Times New Roman nº 12, espaço 1,5;
– Capa com o título da pesquisa;
– Introdução;
– Justificativas com a relevância do estudo;
– Objetivos;
– Contextualização teórica do objeto de estudo
– Metodologia
– Referências.
– Entrevista
– Avaliação de histórico escolar, cartas de recomendação e Plano de Estudos.

Todos os itens têm caráter eliminatório. Média de aprovação: igual ou superior a 07 (sete).

08. BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA

BEAUVOIR, Simone. O segundo sexo. Fatos e Mitos. Trad. de Sério Milliet, 7ª ed. Rio de janeiro Ed. Nova Fronteira, 1980. 309 p. Volume 1. http://brasil.indymedia.org/media/2008/01//409660.pdf

COSTA, Ana Alice Alcantara. “O movimento Feminista no Brasil: dinâmicas de uma intervenção política”. Niterói.Revista Gênero. v.5, n.2 p.9-35. 1º Sem 2005.

Ver também em
http://www.unb.br/ih/his/gefem/labrys7/liberdade/anaalice.htm

COSTA, Claudia Lima. “O tráfico do gênero”. Cadernos Pagu, v. 11, p. 127-140, 1998
http://www.pagu.unicamp.br/files/cadpagu/Cad11/pagu11.11.pdf

CRENSHAW, Kimberlé. “Documento para o encontro de especialistas em aspectos da discriminação racial relativos ao gênero”. Revista Estudos Feministas, Vol.10, N.1, p.171-188. 2002

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2002000100011

ENGELS, Frederich. A origem da família, da propriedade privada e do Estado. Tradução de José Silveira Paes. 5. ed. São Paulo: Global, 1984. cap.  I e II

KOFES, Suely. “Categorias, analítica e empírica: Gênero e mulher: disjunções, conjunções e mediações”.Revista Pagu, No. 1, 1993:19-30.

http://www.pagu.unicamp.br/files/cadpagu/Cad01/pagu01.03.pdf

MOTTA, Alda. As dimensões de gênero e classe social na análise do envelhecimento. Cadernos Pagu, Unicamp, Campinas, n. 13, p. 191-221, 1999b. (Dossiê Gênero e Gerações).

http://www.pagu.unicamp.br/files/cadpagu/Cad13/n13a07.pdf

MOUFFE, Chantal. O regresso do político. Lisboa: Gradiva. 1993 (Cap. 5 – Feminismo, cidadania e política democrática radical). Pp.: 101- 120 Também na Revista Estudos Feministas. (Nº1/ , Vol. 4). Rio de Janeiro: CIEC. 1994. Pp.: 101-120

NYE, Andrea. Teoria feminista e as filosofias do homem. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos. 1995 ( Cap. 2 – Liberté, Égalité et Fraternité: Liberalismo e Direitos das mulheres no século XIX.). Pp.:  18-47.

http://brasil.indymedia.org/media/2007/06//386930.pdf

ROSALDO, Michelle,: “O uso e o abuso  da antropologia : reflexões sobre feminismo e entendimento intercultural”, Revista Horizontes Antropológicos, N. 01, 1995;

http://www.seer.ufrgs.br/index.php/HorizontesAntropologicos/article/viewArticle/2579

SAFFIOTI, Heleieth, “Rearticulando Gênero e Classe.” In: Costa, A . O & Bruschini, C. (orgs.), Uma Questão de Gênero, Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos; São Paulo: Fund. Carlos Chagas, 1992, pp.:183-215.

SARDENBERG, Cecilia Maria Bacellar, “Da Crítica Feminista à Ciência. Uma Ciência Feminista?”. In: COSTA, Ana Alice Alcântara & SARDENBERG, Cecilia Maria Bacellar (Orgs.). Feminismo, Ciência e Tecnologia, Salvador: Coleção Bahianas, 2002.

http://www.neim.ufba.br/site/arquivos/file/feminismocienciencia.pdf

SCHIEBINGER, Londa. OFeminismo mudou a ciência? Bauru.SP. EDUSC. 2001. 384p. (Coleção Mulher) .Cap. III

http://brasil.indymedia.org/media/2007/06//386937.pdf

SCOTT, Joan Wallace. Prefácio a “Gender and Politics of history”. Cadernos Pagu, Nº 3, 1994,  Campinas/SP. p.11-27

SCOTT, Joan W. O enigma da igualdade. Estudos Feministas, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Centro de Comunicação e Expressão. Florianópolis, Santa Catarina, v.,13, n,.1, p.11-30, jan./ abr. 2005.

http://www.scielo.br/pdf/ref/v13n1/a02v13n1.pdf

VARGAS, Virginia. Una reflexión feminista de la ciudadania. Revista Estudos Feministas. V. 8, n 2. p. 170-190. 2000

Contatos:
Tel: (71) 3283 6447
Fax (71) 32378239
Email. ppgneim@ufba.br

Fonte: Ppg Neim – Ufba

Tagged under:

4 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.