Não perca “O Homem da Tarja Preta”

Foto: Rodrigo Cancela
Após realizar apresentações no Rio de Janeiro e em São Paulo, a peça “O Homem da Tarja Preta”, de autoria do psicólogo Contardo Calligaris, chega a Salvador, com estreia dia 15 de janeiro, 21h, e temporada de quinta a domingo, no Cine Teatro SESC Casa do Comércio. O monólogo traz de volta aos palcos baianos o  estrelado ator baiano Ricardo Bittencourt, dessa vez sob direção da atriz Bete Coelho. No palco, ele trata dos dilemas de um homem casado que tem controvertidas fantasias sexuais que costuma exorcizar em frente à tela do computador, em salas de bate-papo.


O texto de Contardo Calligaris disseca a alma masculina com autoridade e aborda o que ele define como a ‘crise do macho’. A proposta da montagem é justamente vasculhar os porões da alma masculina, num contraponto ao comportamento dominante atual, em que apenas as mulheres têm seu comportamento investigado e analisado pela sociedade.

Contardo escreveu a peça especialmente para ser interpretada por Ricardo Bittencourt, um dos mais atuantes atores da Bahia. Ator profissional há 20 anos, ele está desde 2001 em São Paulo convidado para integrar a Cia Teatro Oficina Uzyna Uzona, com direção de José Celso Martinez Corrêa. Ali atuou na montagem de “Os Sertões”, de Euclides da Cunha, interpretando dezenas de personagens entre eles o memorável Coronel Moreira Cesar. Na Bahia tornou-se personagem popular ao criar e  integrar um dos mais expressivos grupos de Teatro da história da Bahia – Los Catedrasticos, sob  direção de Paulo Dourado. Ricardo é reconhecidamente considerado uma ator talentoso e criador de múltiplos personagens.

Enredo – Com 35 anos de atuação como psicólogo, Calligaris traz suas experiências profissionais para criar um enigmático personagem, que protegido pelo anonimato da Internet se passa por mulher e mantém animadas conversas com homens dando vazão ao ritual de incorporar ao visual itens do guarda-roupa feminino. Segundo o autor, ser homem não é mais fácil que ser mulher, uma vez que a masculinidade torna-se um drama por ser, ao mesmo tempo, uma obrigação e um enigma.

Homônimo ao personagem, o ator Ricardo Bittencourt surge em cena despudoradamente ‘montado’: trajando terno e gravata bem comportados na parte superior e salto alto vermelho e meia-calça preta na parte inferior, muito bem maquiado e levando a aliança de casamento na mão esquerda. A esposa, retratada pela voz em off da diretora Bete Coelho, tem participação no arriscado jogo erótico do marido, visto que ele fantasia que ela se entrega a outros homens, ao mesmo tempo em que sofre com seu desejo por outras mulheres.
Foto: Rodrigo Cancela
Direção – A atriz Bete Coelho vê maravilhas na relação com as duas figuras masculinas centrais da montagem, que dirige com maestria. “Contardo pensou ‘neste homem’. E da modernidade reinventou o homem grego. Ricardo sentiu ‘o homem’. E generosamente se deixou levar pelas engrenagens femininas”, comenta Bete, que tem no currículo trabalhos com diretores como Gerald Thomas, Zé Celso Martinez Corrêa e Antunes Filho.

SERVIÇO
O Homem da Tarja Preta
Cine Teatro SESC Casa do Comércio
Endereço: Av. Tancredo Neves, 1109 – Pituba
Telefone: (71) 3273-8732
Estréia:15/01/2010
Temporada até 07/02/2010
Quinta à Sábado: 21h
Domingo: 20h
Ingresso: R$ 40,00.
Duração: 70 minutos
Classificação: 16 anos

Tagged under:

Leave a Reply

Your email address will not be published.